Urnas de Votação - História e Modelos

Urnas de Votação - História

A preocupação com a inviolabilidade do voto, e por decorrência, com sistemas de segurança para as urnas eleitorais, surge antes mesmo da criação da Justiça Eleitoral no Brasil.

Inicialmente eram confeccionadas em madeira, nos mais variados formatos. Pesadas e de difícil manuseio, foram utilizadas até o início da década de 60. Para solucionar as dificuldades de transporte e armazenagem, vieram as urnas confeccionadas em lona, material mais leve, que possibilitavam a combinação de mecanismos de metal para o seu fechamento. Com a adoção das urnas de lona foi possível também criar uma padronização nos modelos utilizados.

Na década de 1990 inicia-se o processo de informatização na Justiça eleitoral e, em 1996, entra em operação o primeiro modelo de urna eletrônica, restrita a capitais e cidades com mais de 200 mil eleitores. Em 2000, todo o eleitorado passou a ter acesso ao equipamento.

A partir de 2008, a Justiça Eleitoral iniciou o processo de recadastramento biométrico dos eleitores. Com um leitor de digitais nas mesas de votação, a urna só é liberada após a confirmação da identidade do eleitor. 

 

As urnas de madeira foram utilizadas desde o período imperial até a década de 50.

O voto era depositado numa abertura na parte superior e, neste modelo, retirados pela parte inferior onde há uma espécie de alçapão, com uma fechadura.

A imagem traz uma urna de madeira que integra o acervo do Memorial da Justiça Eleitoral Gaúcha.

As urnas de lona foram utilizadas pela Justiça Eleitoral entre as décadas de 1950 até o ano 2000, quando todo o eleitorado brasileiro passou a votar com a urna eletrônica.

As urnas de lona branca foram utilizadas até 1974. Confeccionadas em tecido de lona na cor branca, possui um mecanismo de fechamento com zíper e mais um sistema de lacre que era feito com selo de chumbo, passado através de uma alça de arame trançado, e ainda, chaveado por um cadeado na parte frontal.

A partir de 1955, a urna de lona marrom também passou a ser utilizada. Sua estréia foi na eleição presidencial vencida por Juscelino Kubitschek. Com tampa móvel, fechada a chave, este modelo de urna foi criado pelo paulista Abílio Cesarino, dono de uma fábrica de malas de couro e carteira. Substituiu o modelo anterior, em lona branca.

Abaixo, uma galeria com alguns modelos de urnas eletrônicas utilizadas desde o ano de 1996. Na primeira eleição com o sistema informatizado de votos apenas capitais e cidades com mais de 200 mil eleitores utilizaram o equipamento. A partir do pleito municipal de 2000 todos os eleitores brasileiros passaram a votar com a urna eletrônica. 

- Galeria de Imagens - Urnas Eletrônicas