EJERS retorna ao prédio-sede do TRE-RS

Escola ocupa o 6º andar da sede, desde maio deste ano

TRE-RS: mudança eje capa

A Escola Judiciária Eleitoral do Rio Grande do Sul (EJERS) transferiu sua sede das dependências do Centro de Formação do Judiciário do Rio Grande do Sul (Rua Celeste Gobbato, 229) para o 6º andar do prédio-sede do TRE-RS (Rua Duque de Caxias, 350), no dia 20 de maio. A Escola foi instituída pela Resolução TRE-RS nº 201/2010 e instalada no dia 25 de junho de 2010, com o objetivo de promover o conhecimento nas áreas de interesse da Justiça Eleitoral.

Em 2016, a Resolução TSE nº 23.482 reorganizou a estrutura e as atribuições das Escolas Judiciárias Eleitorais. O grupo passou a ter servidores próprios a partir de 2017, mas continuou vinculado ao Gabinete da Presidência. A principal função da EJERS é a capacitação de magistrados e servidores em direito, especificamente o eleitoral. Também articula atividades de promoção da cidadania e do aperfeiçoamento de práticas eleitorais, de acordo com o Plano Anual de Trabalho.

Ainda em 2017, pela Resolução nº 02, a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (ENFAM) conferiu às Escolas Eleitorais dos Tribunais Regionais a missão de promoção de capacitação em direito eleitoral a magistrados em formação inicial, continuada e prévia ao vitaliciamento. Eventos como o simpósio de combate às fake news e a visita de turma do curso de direito da Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul (Fadergs) ao Tribunal Eleitoral gaúcho foram promovidos pela EJERS este ano.

Desde o dia 8 de abril de 2019, a coordenação da Escola está a cargo da servidora Débora do Carmo Vicente.

Fotos (ao lado): 1. Equipe da EJERS; 2. Coordenadora Débora Vicente.

 

Texto e imagem: Isadora Garcia
Supervisão: Jônatas da Costa
Coordenação: Cleber Moreira
ASCOM/TRE-RS

Últimas notícias postadas

Recentes