TRE-RS lança o 2° Prêmio de Jornalismo da Justiça Eleitoral gaúcha

Cerimônia de premiação ocorrerá no dia 07 de outubro

Presidente ARI, TRE-RS e Secretária de Comunicação do RS
Presidente do Conselho da ARI, João Batista Filho (E), secretária de Comunicação do Rio Grande do Sul, Tânia Moreira (C), presidente do TRE-RS, Marilene Bonzanini (D)

A cerimônia de lançamento do 2° Prêmio de Jornalismo da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Sul aconteceu nesta quarta-feira (7), no gabinete da Presidência do TRE-RS. A solenidade reuniu representantes da Justiça Eleitoral gaúcha, governo do Estado, Associação Riograndense de Imprensa (ARI), Caixa Econômica Federal e imprensa. As inscrições estão abertas no site do Prêmio até o dia 7 de setembro e a cerimônia de premiação acontecerá no dia 7 de outubro.

Para a presidente do TRE-RS, desembargadora Marilene Bonzanini, o prêmio busca valorizar a atividade jornalística. Segundo Bonzanini, a imprensa é um importante agente da democracia, responsável por “estimular reflexões e debates e fomentar mudanças na sociedade”. A presidente agradeceu a parceria com a ARI, o governo do Estado do Rio Grande do Sul e a Caixa Econômica Federal, parceiros na realização do Prêmio de Jornalismo. Representando as instituições, compareceram a secretária de Comunicação do Rio Grande do Sul, Tânia Moreira, o presidente do Conselho da ARI, João Batista Filho, e o gerente de clientes e negócios da Caixa Econômica Federal, Lucas Souza.

 

Lançamento

Durante a solenidade, o assessor de comunicação do TRE-RS, Cleber Moreira, lembrou o sucesso da primeira edição do prêmio, em 2018, que contou com a concorrência de 82 produções jornalísticas em diferentes formatos, produzidas para veículos e universidades gaúchas. Moreira também ressaltou o caráter do prêmio como reconhecimento dos jornalistas e, ainda, o fortalecimento na relação com as universidades e estudantes de Jornalismo.

A secretária de Comunicação do Rio Grande do Sul, Tânia Moreira, elogiou a iniciativa da Justiça Eleitoral gaúcha que, segundo ela, valoriza o trabalho diário da imprensa. A secretária afirmou sua perspectiva de que o bom jornalismo deve ser sempre lembrado e acrescentou: “O prêmio é uma consequência de um trabalho bem feito”.

O presidente do Conselho da ARI, João Batista Filho, qualificou a premiação como uma “campanha de motivação”. Segundo ele, o jornalismo tem importante papel de representar a pluralidade de pensamentos, reafirmando o respeito à verdade.

 

O prêmio

O 2° Prêmio de Jornalismo da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Sul tem como objetivo incentivar o debate sobre a cobertura jornalística no período eleitoral, além de valorizar e reconhecer o trabalho de jornalistas e estudantes de jornalismo, com atuação no Rio Grande do Sul, que publicaram reportagens sobre os seguintes temas: Eleições, Justiça Eleitoral, Cidadania e Democracia, Política e Reforma Eleitoral.

Serão premiados trabalhos produzidos para Jornalismo Impresso, Fotojornalismo, Radiojornalismo, Telejornalismo e Webjornalismo. Os participantes também poderão concorrer na categoria Destaque Acadêmico, que reconhecerá reportagens publicadas em veículos de comunicação e coordenadas por instituições de ensino da área. A solenidade de entrega do prêmio acontecerá no dia 7 de outubro.

Podem ser inscritas reportagens publicadas entre 01/03/2018 a 31/07/2019. O formulário de inscrição, assim como mais informações, podem ser acessados no site da ARI no seguinte link: http://bit.ly/2YXuLwg

+ Galeria de fotos


Texto: Luiza Frasson
Imagem: Carolina Pastl
Supervisão: Daniel Campos
Coordenação: Cleber Moreira
ASCOM/TRE-RS

Últimas notícias postadas

Recentes