ir
Bandeira de identificação do portal
Atualizado em 13/04/2018 11:16
Mais informações sobre o conteúdo Impressão

Encontro de presidentes dos TREs começa em Bento Gonçalves

Iniciou na tarde desta quinta-feira (12), na cidade de Bento Gonçalves, o 72º Encontro do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais (COPTREL).

A abertura foi realizada pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Cini Marchionatti, que recepcionou os representantes de outros estados, apresentando os magistrados do município-sede do evento e também os membros da Corte Eleitoral gaúcha. “Em ano eleitoral, é muito importante que os TREs se reúnam e estabeleçam orientações uniformes, sob a liderança do TSE”, afirmou Marchionatti.

Em seguida, ocorreu apresentação do coral "De Vez em Canto", que executou os Hinos Nacional e da Justiça Eleitoral Gaúcha, bem como uma seleção de clássicos da música popular brasileira.

O prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Rech Pasin, proferiu discurso em que ressaltou os encantos da cidade, localizada na região serrana do Rio Grande do Sul, e deu as boas-vindas a todos os presentes.

Logo após, houve a manifestação do presidente do COPTREL, desembargador Márcio Vidal, do TRE de Mato Grosso. O magistrado destacou os trabalhos em andamento desde sua posse no Colégio, em dezembro do ano passado.

Desembargadores homenageados

Terminada a solenidade de abertura, começaram as atividades da programação do encontro. Nesse momento, foi concedida a honraria da Medalha Ministro Carlos Augusto Ayres de Freitas Britto à ex-presidente do TRE da Paraíba, desembargadora Maria das Graças Morais Guedes, e ao ex-presidente do COPTREL, desembargador Mário Devienne Ferraz.

A homenagem busca agraciar personalidades, magistrados, servidores e entidades credoras de reconhecimento do Colégio de Presidentes. Em nome do colegiado, os homenageados receberam as palavras da vice-presidente do COPTREL, desembargadora Regina Célia Ferrari Longuini.

Painel encerra o primeiro dia do COPTREL

A sequência do evento deu ênfase às novidades na área da tecnologia da informação. O advogado Ademir Piccoli palestrou sobre o tema “Tendências de Tecnologia e Inovação para o Poder Judiciário”. Na explanação, Piccoli utilizou de sua experiência nos setores público e privado para apoiar o uso intensivo de tecnologia no ecossistema jurídico.

Para finalizar a programação do primeiro dia de encontro, o secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Giuseppe Janino, falou sobre a implantação da identidade civil nacional. O chamado Documento Nacional de Identificação (DNI) também foi tópico em painel de que participaram, além dos palestrantes anteriores, o presidente da empresa Dataprev, André Leandro Magalhães, e o diretor de Tecnologia da Informação do Banrisul, Jorge Fernando Krug.

Segundo Janino, o DNI é baseado em um cadastro biométrico de eleitores que garante a unicidade, isso porque não existem duas digitais iguais no mundo. “Em um processo tecnológico de verificação de minúcias das digitais, nós concluímos que o cidadão que está naquela base é único. Um dos produtos dessa infraestrutura tecnológica de garantia de integridade do cidadão é o DNI, que já nasce digital, baseado no pré-requisito de que o eleitor já está unificado com os dados biométricos na base da Justiça Eleitoral”, afirmou.

+Galeria de fotos

Texto: Daniel Campos
Imagem: Faustino Castro (TRE/PA)
Supervisão: Jônatas Costa
ASCOM/TRE-RS
Mapa do site
Selo Ouro CNJ










Carregando...